Como o estresse pode afetar a saúde da sua boca na pandemia?

Dores de cabeça e pescoço, zumbido no ouvido, estalos ao abrir e fechar a boca, dores na mandíbula e nos músculos da face podem ser sinais de Bruxismo.

A ONU (Organização das Nações Unidas) e a OMS (Organização Mundial da Saúde) fizeram um alerta para o estresse e os problemas psicológicos causados pela pandemia do novo coronavírus. O relatório divulgado aponta para a crise de saúde causada por problemas psicológicos associados ao luto, ao medo de doenças ou do desemprego.

Todo este cenário está sendo acompanhado de perto por Dr. Hélder Menezes, diretor  e responsável técnico da HD Ensinos e Clínica Odontológica, que relata os desdobramentos disto na saúde bucal da população. É importante alertar as pessoas para que fiquem mais atentas aos cuidados relacionados à saúde bucal, porque a saúde geral do nosso organismo tem início na cavidade oral. “A higiene diária é essencial para evitar o surgimento de cáries, inflamações gengivais e ósseas, mau hálito e outros problemas mais graves. E, para além disso, as situações de ansiedade e estresse podem interferir diretamente na qualidade de vida da população. Distúrbios durante o sono, por exemplo, podem contribuir para o desenvolvimento do chamado Bruxismo”, alerta Menezes.

O que é Bruxismo?

O Bruxismo, segundo a OMS, “é uma desordem funcional caracterizada pelo ranger ou apertar dos dentes durante o sono, que provoca desgaste e amolecimento dos dentes e, em casos mais graves, pode levar a problemas ósseos, na gengiva e na articulação da mandíbula, como a Síndrome da Articulação Têmporo-Mandibular”.
“Tal doença está intimamente relacionada à situações de estresse, frustração e ansiedade, típicas dos dias atuais, quando não conseguimos nos desprender de todos esses sentimentos na hora do descanso e acabamos por descontar toda tensão sobre os dentes. Entre os potenciais sinais do Bruxismo estão: dores de cabeça e pescoço, zumbido no ouvido, estalos ao abrir e fechar a boca, dores na mandíbula e nos músculos da face. Isso acontece pelo esforço dos músculos da mastigação que continuam sendo ativados mesmo durante o sono”, explica o especialista da HD que, além de ser uma renomada instituição de ensino de pós-graduação em Odontologia com atuação há 25 anos em Uberlândia, é também uma clínica de atendimentos.

Como tratar o Bruxismo?
O tratamento para Bruxismo é focado em reduzir a dor e preservar os dentes, mas principalmente em eliminar o fator causal, ou seja, deve-se além de realizar a abordagem odontológica, incluir o tratamento psicológico, para conseguir de fato solucionar o problema e não apenas intervir nos sintomas.
“O uso da placa dentária de acrílico é um dispositivo indicado para a maioria dos casos. Feito sob medida para cada paciente, ele é utilizado encaixado sobre os dentes, na hora de dormir, protegendo–os do impacto da musculatura e do atrito entre as estruturas dentais. Isto auxilia na melhoria dos sintomas. Outra possibilidade de tratamento é a utilização de toxina botulínica, popularmente conhecida como Botox que, quando aplicado sobre os músculos corretos da face, promovem um relaxamento, diminuindo a sobrecarga funcional sobre os dentes e todo o conjunto, aliviando os sintomas. Associado ao tratamento odontológico, atividades físicas, meditação, massagem relaxante, yoga, entre outros, são indicados, pois auxiliam no combate ao estresse cotidiano”, detalha Dr. Hélder Menezes.

Atendimento em época de pandemia

Neste período, todas as clínicas de atendimento odontológico devem reforçar as medidas de higienização seguindo as orientações da OMS. “Na HD, estamos seguindo os protocolos. Antes de entrar na clínica, os pacientes passam por um tapete com líquido desinfetante, para descontaminar os sapatos. Ao chegar na recepção, aferimos a temperatura corporal para verificar se o paciente não está com febre e verificamos também a oxigenação. Antes de iniciar o tratamento, um bochecho com água oxigenada volume 10 é realizado para reduzir a quantidade de vírus no spray odontológico, provocada pelo uso de motores e seringa de ar e água. Intensificamos também a limpeza de bancadas, maçanetas e de objetos das áreas comuns, e dispomos de dispositivos carregados com álcool gel 70% em todos os ambientes. O distanciamento social é de no mínimo dois metros e fazemos uso de EPI’s estéreis pelos dentistas e troca entre cada atendimento. Tudo isto para proporcionar segurança em saúde e bem estar aos nossos pacientes e equipe”, informa o diretor da HD Ensinos e Clínica Odontológica, a qual dispõe de vários profissionais qualificados para atendimento de segunda a sexta das 08h às 12h e das 13h às 18h na Rua Guaicurus, nº 157, bairro Saraiva, Uberlândia (MG). Mais informações podem ser encontradas no site www.hdensinos.com.br ou pelo telefone (34) 3224-0352.

Informações para imprensa:

Michele Borges 

michele@cicloassessoria.com

(34) 99630-8242 (whatsapp)